10.9.07

BA 084 registra elevado índice de acidentes

Nos últimos meses, acidentes com veículos de carga pesada têm sido constantes na rodovia BA - 084, estrada que vai da BR 324 e BR 101 até água Fria, passando pelos municípios de Conceição do Jacuípe (Berimbau), Coração de Maria e Irará. Somente no mês de agosto passado, três caminhões tombaram, sendo que um delas incendiou e o motorista morreu. Na madrugada do domingo (09/09), para a segunda (10), outro virou próximo à curva da pedra, entre Berimbau e Coração de Maria, interditando o trânsito neste trecho por toda a manhã de segunda.
.
De acordo com depoimentos de moradores às margens da rodovia, ultimamente o trânsito deste tipo de veiculo ficou intenso durante a madrugada. Passageiros e motoristas, usuários da linha, suspeitam que o aumento do fluxo de transporte de carga na rodovia tenha sido ocasionado pela instalação de uma balança rodoviária na BR 116 – Norte, próximo à cidade de Feira de Santana. Eles acreditam na possibilidade dos caminhões estarem utilizando a rota da BA 084 como um desvio, já que certamente estariam com a carga acima do peso máximo permitido pela legislação de trânsito.
.
Na rota alternativa, os caminhões sairiam da BR 324 através da BA 084 até a cidade de Irará, quando entrariam na BA 504 (Alagoinhas – BR 116) e passariam pelo município de Santanópolis até chegar à BR 116 Norte, na altura do posto Trevo (após a balança), daí em direção ao norte do estado através de Serrinha ou de Richão do Jacuípe.
.
Situação pode piorar
.
Mesmo sendo toda reformada em 2005 as condições da rodovia BA 084 não são das melhores. Já é grande a quantidade de buracos em vários trechos, a sinalização horizontal quase que não mais existe e o mato começa a encobrir a pista em alguns lugares. Unindo estes aspectos ao trajeto da pista, ainda mais perigoso para o motorista que não a conhece, aumentam-se os riscos de acidentes. Esta situação pode ficar pior com o acréscimo do fluxo de veículos de carga.
.
Caso a suspeita da população com relação à fuga da balança seja real, a tendência é que o piso da rodovia fique ainda mais comprometido. Na hipótese dos veículos estarem com o excesso de peso permitido para uma pista federal, bem melhor estruturada, é de se imaginar que este excedente é mais nocivo para as estaduais.
.
As carretas com excesso de peso se comportam como inimigos do “regime” e fogem da balança. A obra Federal, iniciada no governo Sarney (1985-1989) e que só veio funcionar no governo Lula após a reforma da BR 116, agora segue no seu objetivo de fiscalizar o excesso de peso na BR e a BA 084 é quem possivelmente sofre as conseqüências da fuga da lei. Pode ser que vala o ditado: quem pari Mateus, balança.

Um comentário:

UBIRATAN BANDEIRA DE ARAÚJO disse...

CANTINHO DA SAUDADE

PARA MINHA AMADA (MULHER DE IRARÁ)

AMOR...VOCÊ...

Amar ...
Perder-se em delírios nas noites...
Entregar-se sem reservas, sem impor limites...

Amar ...
Perder-se nos corpos e na alma um do outro...
Deixar-se possuir e possuir como louco...

Amar ...
Perder-se no descontrole dos sentimentos...
Sentir-se sempre carente de muitos beijos...

Amar ...
No cumprir daquelas promessas feitas nas horas de desespero,
de angústia, conflitos, ciúmes, em que se diz:
" Nunca mais... não quero mais... Adeus!"
Estas palavras ditas sem significado...são esquecidas... e se perdem...
No primeiro toque do telefone...no primeiro teclar...
no primeiro sorriso do outro,
no primeiro sussurro, no primeiro beijo...

Amar ...
Adivinhar os desejos não ditos, não expressos em palavras,
pelo simples farfar do peito...
Pelos monossílabos quebrados, e no brilho do olhar do outro.

Amar ...
Querer morrer no êxtase do prazer... querer dormir com os corpos enrolados,
melados de suor, saliva e esperma e outras secreções mútuas.

Amar ...
Querer o outro dentro de nos mesmos... e também estar dentro do outro,
como se fôssemos únicos.

Amar ...
Caminhar de mãos dadas sobre abismos...
Voar pelos céus em busca do paraíso...se afogar em nuvens de volúpia.

Amar ...
Aceitar, perdoar, esquecer, lembrar e lutar...todos os dias...
para conquistar o nosso objetivo que é...

Sempre, e para sempre...
NOS AMARMOS...

Ubiratan Bandeira de Araújo
ubiratanbandeira@bol.com.br

Obrigado