6.3.07

Chuvas Esquecidas

A água jorrando das nuvens. Belo. Magnífico espetáculo da natureza. Às vezes a chuva chateia. Às vezes, fico contemplando...
.
Chuva! Tão esperada no sertão. Tão temida nas encostas das cidades. Lembrada em alguns momentos, esquecida noutros.
.
Não sei se essa “veborragia” tem a ver com a exposição de Ingrid Klinkby, mas pelo que conheço do trabalho da moça acho que vale a pena conferir. Ainda mais quando as “Chuvas Esquecidas” vão “cair” em Cachoeira.
.

Veja o trabalho de Ingrid na Internet

2 comentários:

niltim disse...

Vai ser muito bom mesmo!
quem tiver a oportunidade de conferir não deve perder!

É muito importante e muito bonito o trablaho de Ingrid.

Pretendo estar por lá!

ingridklinkby disse...

Sabia que a chuva começa da espuma do mar? É de onde ela pega inspiração.

Ah, elas trazem lembranças e levam esquecimentos. Levam esquecimentos, traindo lembranças.

Muito obrigada pela divulgação! Rs. Rs. Espero contar com a sua presença!

Um abração